Alma e Espírito
 


     

   OLÁ GALERA ESTAMOS EM NOVO ENDEREÇO: WWW.ALMAESPIRITO.ZIP.NET



 Escrito por Mário José Cutolo às 22h58
[] [envie esta mensagem] []




     Ontem falamos sobre o fracasso. Mas há uma qualidade no fracasso que precisamos perceber e admirar. É quando olhamos para ele como um grande incentivo, uma experiência mal sucedida, porém, uma experiência que com certeza nos serviu de algo, mesmo sendo um fracasso, algo acrescentou em nós. Mas só admitimos isso quando não nos revoltamos contra o fracasso, quando não nos achamos inúteis e mais nada queremos realizar ou tentar. O fracasso quando bem entendido, digerido na verdade nos impulsiona ao sucesso, à novas tentativas. Ele deixa pistas de onde falhamos e mais ainda no que podemos melhorar. O fracasso é um grande aprendizado. Com ele vamos aprimorar nossas falhas, exercitar muito onde erramos para não acontecer mais e ficarmos seguros. O fracasso é um motivador para irmos em frente. Não façamos do fracasso nossa desilusão eterna, nossos sonhos jogados fora, não em muitos casos o fracasso abre novas portas para outras dimensões da vida. Nunca podemos nos sentir derrotados, há sempre uma saída, não podemos perder a confiança em nosso espírito. Quantas vezes forem necessárias vamos recomeçar e fazer, fazer, refazer, um dado momento nosso tempo chega e seremos realizados. A vida nos dá grandes possibilidades de tentativas nunca nos fechemos em uma somente, muitos caminhos a seguir, um ou vários podem ser nossos. Não sejamos almas pequenas, mas almas que buscam um conteúdo em suas vidas que nos faça feliz.

     Uma peça de teatro é um tiro no escuro. Nunca sabemos como o público irá reagir. Sucesso, fracasso. É uma tentativa, uma experiência que pode dar certo ou não. E quanto aprendemos com cada montagem, cada história nos dá uma dimensão do que poderá acontecer. E mesmo assim sempre teremos surpresas. Algumas vezes temos certeza que será um grande sucesso, texto no ponto, produção, atores e acaba em fracasso e ninguém entende o porque. Outras parece que não vai vencer, será ruim e bomba! Teatro é uma caixa de surpresas, estamos sujeito ao público, a platéia é nosso termômetro, nosso indicador do trabalho, qual linha seguir, como transformar e ver se conseguimos entender o público. E também o teatro tenta dar um diferencial ao público, mostrar novas coisas, novas direções, chamar a atenção para certos assuntos, e interagir com a platéia fazendo um canal de entendimento e compreensão. Quando há um fracasso no teatro, analisamos onde houve o erro, e pode ser muitos, escalação de elenco, texto, direção, produção, cenários, músicas, tudo pode ser razão, o tema da peça, depois de analisado e constatado parte-se para outra produção. Nova tentativa, mas não desistir.

     A Cia. De Artes Monteiro Lobato está ensaiando em novo espaço, um pátio onde podemos com tranqüilidade fazer nosso trabalho e ensaiar com garra para nossas próximas apresentações, Palmital e Monteiro Lobato. Aguardem mais notícias! Nosso e-mail: teatromonteirolobato@globo.com

     Galera fracasso é experiência!!!

     "Estado Gasoso" - Cena final!!!

    

     Kismet vai embora? E o copo???

    

     Mãos dadas, as personagens se despedem, não por muito tempo!!!!

    

     Aplausos, a recompensa do elenco!!!!!!

    

     Nossos agradecimentos a todos que nos ajudaram  a chegar até aqui!!!!

    

    

    

     "Vídeo Arte" - Festival Aberturas de Novelas - "Senhora" novela que foi ao ar às 18 horas em 1975 com 80 capítulos na Rede Globo. Em cores! Está meio apagada mas dá para ver.



 Escrito por Mário José Cutolo às 18h50
[] [envie esta mensagem] []




     Uma das atividades chaves para nós na vida é trabalhar. E precisamos também escolher uma carreira, profissão, esse é um dos grandes dilemas que vivemos na adolescência, a escolha do futuro. Ao mesmo tempo que queremos muitas coisas não queremos nada, nossa cabeça dá mil voltas até decidir por algo. Poucos sabem o que querem e lutam para obter. Outros ficam indecisos um bom tempo até achar o caminho. Há aqueles ainda que passam a vida toda perdidos em muitas coisas e no nada também sem carreira definitiva. Tentativas de tudo, experiências. Há casos de fracassos naquilo que amamos fazer, apesar de gostarmos, dá errado, não é sucesso, nos empenhamos e não sai do lugar. Vamos para um outro lado com algo que não gostamos e daí dá certo, paradoxo, mas acontece. Isso em alguns casos nos abre um outro pólo a ser explorado e aquilo que não gostávamos passa a ser um instrumento de nossa evolução, e aprendemos a gostar e passamos a ter uma outra visão da vida. Não podemos fechar os olhos a tudo. Muitas vezes o que queremos não é nosso destino e isso naturalmente é mostrado e quando resolvemos tentar algo novo mesmo desconhecido para nós ou até não gostamos, tudo se abre e nossa vida se transforma. Só podemos falar que não gostamos quando experimentamos, sabemos, temos contato. Há uma força que trabalha ao nosso favor e precisamos estar atentos a essa mão que nos empurra para o progresso, deixar de sermos teimosos, orgulhosos, surdos e cegos! Podemos ter muitas carreiras. Por que nos limitarmos a uma só ou insistir em algo que não dá certo? Abrir a mente e o coração e crescer com o tempo e o espaço!!!!

     No teatro acontece também do ator ter uma personagem que não se afine, não goste, mas ele terá que trabalhar o problema com ele próprio, será um desafio interpretar alguém que primeiramente não temos nada em comum. No entanto é nesse ponto que o ator tem que destravar e se fizer com vontade conseguirá realizar um bom trabalho, superar dificuldades e vencer o desafio. O ator tem que mudar sempre não fazer só as personagens que gosta ou que se moldem ao seu padrão de interpretação, buscar uma interpretação que o desafie é sempre um novo ar em sua carreira.

     No dia 18 de outubro iremos para Palmital fazer nossa apresentação de “Estado Gasoso”, nossa primeira viagem para o interior. Novas fronteiras se abrindo, e tudo vindo naturalmente, experiências novas, assim que vamos crescendo, sentindo o caminho a seguir, é ir passo a passo, se der deu, mas temos que tentar ir adiante, vamos conforme nos dão as oportunidades, e assim se faz a vida. Abrir as portas e ver o que há por dentro... Galera!!!

     "Estado Gasoso" - Cena Final!!!!!

    

     Kismet e os bolinhos de chuva!!!!

    

     Palhaça na sua despedida e dá- lhe bolinho de chuva!!!!!!!

    

     Todos prontos para a despedida!!!! Uma noite com o copo na corte de Luis XIV!!!!!

    

     Muita emoção e o espetáculo continua....

    

    

     "Vídeo Arte" - Festival Aberturas de Novelas - Hoje "Selva de Pedra" - novela que foi ao ar às 20 horas pela Rede Globo entre abril de 1972 e janeiro de 1973 com 243 capítulos. Em preto e branco!



 Escrito por Mário José Cutolo às 22h00
[] [envie esta mensagem] []




     Somos seres mutantes! Nossas vidas se pontuam pelas mudanças diretas ou não. Muitos mudam e as vezes nem notam isso, outros pensam que mudaram e não andaram nada para frente. As situações da vida nos pedem modificações leves ou profundas depende do que a vida nos traz como tarefas ou testes. A questão de mudar é individual e cabe a nós perceber que as mudanças para o bem de nosso espírito é essencial. Aceitar que precisamos renovar nosso íntimo, aceitar que temos falhas e precisamos corrigir, e em muitos casos não conseguimos fazer isso sozinhos. Há momentos em nossas vidas que precisamos pedir ajuda à um profissional, terapias são de extrema eficiência desde que a pessoa queira e pratique aquilo que recebe como orientação. Uma ajuda espiritual seja de que religião for desde que equilibrada pode fazer vermos tudo com um olhar mais abrangente, isso lógico se a pessoa dispuser a entender seu papel e ver que é pela mudança que se alcança outros campos! Somos mutantes por natureza, aqueles que negam a mudança ou demoram a fazer sofrem mais e tudo na vida é mais difícil. Mudar e nessas mudanças sermos leais com o que pensamos e sonhamos. Acreditar nas possibilidades de conquista e muitas vezes essas vitórias só vem através da mudança integral e seguindo os pensamentos e os sonhos, tudo precisa estar um comunhão para que os caminhos se abram sem atalhos, ele seja reto com destino certo.

     O teatro nos faz mudar sem parar, cada personagem é uma nova mudança, no andar, falar, figurino, o ator é um eterno camaleão e não pode negar isso, são essas mudanças que o faz crescer em sua interpretação, os desafios sempre aparecem para que o ator possa conquistar um novo espaço na sua arte de representar. Por isso o ator necessita entrar de cabeça na construção de sua personagem e retirar o máximo dela para seu aprendizado e conseqüentemente dar tudo o que pode para ela ser rica e viva no palco. Teatro é um celeiro de mudanças!!!

     Nosso ensaio hoje foi mais um exercício de texto para que possamos aprimorar nosso ouvido, sabendo o que o outro ator fala em cena, afinal não é só decorar é entender o que diz e saber o que o companheiro de cena está falando, precisa ser uma conversa convincente para o público e os atores precisam acreditar no que estão dizendo. É o que fizemos hoje! E estamos indo bem, fazemos com muitas brincadeiras e humor para descontrair e ser mais natural. E funciona, todos estamos afiados no texto ficando pronto para Palmital!!! Aguardem!!!!

     Mandem foto de vocês para colocarmos em nosso “Espaço Alma e Espírito” tenham 15 minutos de fama!!!! Nosso e-mail: teatromonteirolobato@globo.com Bom início de semana para todos nós!!!!

     Galera sejamos mutantes!!!!

     "Estado Gasoso"  Cena Final!

      

     Beijos jogados ao ar para atingir a todos!!!

    

     Despedida apressada, ela foge dos bolinhos de chuva!!!!!!!

    

     Esse vem com força total ligado no 520!!! Viva a comédia da vida!!!!!!

 



 Escrito por Mário José Cutolo às 19h41
[] [envie esta mensagem] []




   

     Como é bom estar com os amigos! Uma simples reunião, conversar, brincar, comer, rir, estar juntos é muito bom! Hoje particularmente foi gostoso estar com aqueles que comungamos os mesmos desejos e sentimentos e tentamos chegar à algum lugar juntos. Não houve uma festa mas um encontro para comemorarmos o aniversário da nossa Patrícia que foi ontem, ela quase não queria nada, mas fizemos algo bem pequeno de coração para ela, e nos divertimos, nem todos puderam vir mas foi muito caseiro e alegre. São essas pequenas coisas que nos deixam mais felizes, pequenas reuniões com aqueles que amamos buscando o bem comum. Claro não somos ainda totalmente perfeitos, nem sempre concordamos em todos os pontos, mas isso não inválida a nossa união, a nossa persistência em conquistar novas esferas em nossas vidas. Justamente por não sermos iguais que tudo funciona, quanto mais diversidades melhor para podermos crescer e não deixar nosso orgulho e vaidade atrapalhar a caminhada que todos podemos fazer juntos. Cabe a cada um entender o outro, e saber o quanto podemos fazer quando somos mais humildes e simples. Estamos todos aprendendo a conquistar melhores caminhos e nada melhor do que fazer isso com os amigos! A diferença faz a vida ser mais colorida e nos dá mais abertura para perder todos os preconceitos e ir em frente de mãos dada e sonhando na mesma direção!!! Viver, conhecer, entender, reconhecer, olhar, estar juntos na aventura da vida com todos vocês já é bom demais!!! Ter amigos é motivo suficiente para sermos felizes!!!

     Amanhã faremos mais um ensaio e exercícios teatrais na escola Miguel Vieira na Cidade Dutra! Muito vem por aí aguardem!!!

     Galera ter amigos!!!

     "Estado Gasoso" Cena de despedida!!!

    

     Dizendo tchau para Monteiro!!!! E comendo bolinho de chuva!!!!

    

     E François (Patrícia) não podia deixar de comer seu bolinho de chuva!!!



 Escrito por Mário José Cutolo às 23h32
[] [envie esta mensagem] []




     Tropeçar na verdade e não perceber! Será que fazemos isso? O que é a verdade? O que é para mim de repente não é para o outro. Cada um tem um ponto de vista. Com quem está a verdade? Difícil resposta. Muitos querem ser donos da verdade, ter a palavra, impor sua verdade aos outros. Mas como lidamos com a verdade? No decorrer de nossas vidas encontramos muitas verdades sobre nós. Algumas entendemos outras ignoramos, como aceitar nossa verdade? É necessário. Talvez esse tropeço na verdade seja enxergar e se fazer de cego. No dia a dia vivemos situações e cenas onde a verdade aparece, um sentimento forte nos avisa quem somos, o que fazemos, ou o outro serve de espelho para nós, aquilo que percebemos de erros no outro identificamos em nós, mas ficamos quietos, ninguém precisa saber. A verdade é um caminho a descobrir, e fazer uso, a nossa verdade é essencial encontrar para podermos nos modelar integralmente. Nas linhas de cima escrevi que é a resposta é difícil na verdade ela está com Deus! E para chegarmos à ela precisamos chegar à Ele também, aqui falo de viver simplesmente, fazer o bem, curtir o que a vida nos oferece de melhor sem fazer o mal, saber dirigir a vida na boa, isso é encontrar Deus, não precisamos ficar em oração constante, deixar de fazer o que gostamos, não, desde que não pratiquemos nenhum mal e façamos muita bondade, estamos indo ao encontro de Deus e da verdade sem puritanismo, vamos viver galera, sem proibições, fugas, mas com conhecimento de causa e bom senso, Deus não pune, só quer que sejamos felizes!

     No teatro a verdade é a do espetáculo, aquilo que o ator representa tem que ser verdadeiro, acima de tudo e em primeiro lugar o ator tem que acreditar no que fará mesmo que seja muito ridículo. Só assim passará credibilidade ao público, não será falso, mesmo que a representação fuja da realidade normal e vá para a fantástica, a interpretação tem que ser sincera. O teatro pede uma verdade ao ator e faz com que a platéia descubra a dela ou pelo menos reflita sobre o que é verdade!

     Nossos parabéns Sérgio, essa data é sempre para se comemorar, ser feliz, afinal é o dia que voltamos à Terra para mais vida!!!!! Guri posso escrever no seu blog, me passe o endereço por favor assim poderei acessar. Edu e Kris é só vivendo o presente sabendo onde colocar os pés que somos mais felizes.

     Nós da Cia. De Artes Monteiro Lobato estamos a todo vapor, mais peças em estágio embrionário, tudo sendo fermentado em nossas cabeças, aguardem, não paramos!!! Pelo menos mais quatro produções programadas trabalho para os próximos dois ou três anos. Força total!!

     Nosso e-mail: teatromonteirolobato@globo.com

        Um fim de semana produtivo para nossos espíritos!!!!!

       Galera buscar nossos espíritos!!!

    

     Um tango moderno para embalar o romance, a rosa vermelha na boca para dar um toque especial!!!!!

    

     Passos calientes, demonstração de carinho, rosa o símbolo do amor!!!

    

     Um final apoteótico com direito a rosa na boca e tudo mais!!!!! Amar, namorar, estar com o outro sempre!!!

    

     Cena final!!!! A verdade é dita sobre todos nós!!!

    

     "Vídeo Arte"  - Festival Aberturas de Novelas - Hoje "Carinhoso" novela que foi apresentada entre julho de 1973 e janeiro de 1974 com 174 capítulos. Em preto e branco. Pela Rede Globo às 19 horas!



 Escrito por Mário José Cutolo às 18h30
[] [envie esta mensagem] []




     Durante nossa caminhada no planeta muitas coisas nos acontecem. Muitas ações vem de encontro à nós. Boas ou ruins elas acontecem. Reclamamos muito de todo mal que nos acontece. Esquecemos de agradecer o bem que recebemos, ficamos orgulhosos pelo que conseguimos e nem aí para pensar que houve todo um movimento do universo para que pudéssemos ser agraciados com um mérito que foi conquistado por nós mas mediante forças e energias invisíveis que nos ajudam. Bom lembrar que todo mal que nos abate é criação nossa, nossas misérias interiores são causadas por nós. Conseguimos criar, formar com nossas próprias substâncias o mal que nos vem ou aquilo de pesado que carregamos dentro de nossa alma. Nossos pensamentos deliberados, nossas reclamações, nossas indisposições, nossos olhares de inveja, ódio, nossos melindres, e outros mais que não vale nem enumerar são causadores de muitas de nossas dores. É de nós mesmos que o mal nasce, cresce, e nos atormenta. Quando nos focamos em nossas misérias e um mar de lamentações ocorre em seguida, toda uma revolta acolhe o espírito, estamos plantando o mal em nós mesmos e nem percebemos e achamos que tudo é ou vem do outro, das situações exteriores, mas se olharmos mais atentamente muitas de nossas misérias tem raiz em nosso ser. Nossos fluidos, vibrações ruins criam nossas doenças, males, raivas, irritações, e vivemos muitas vezes em um mundo de tristezas, depressão, culpas, mas tudo com a base sedimentada em nós. Vamos arrancar toda raiz e erva daninha que plantamos, e começar a construir pensamentos que solidifiquem uma base forte e sem nenhuma praga, vamos pulverizar nossas mentes e criar o bem interior para nós e para o outro, modificar vibrações, fluidos e ter à nossa volta uma outra áurea mais colorida e deixar a cinza ou negra destruída, vamos nos proteger intimamente e consequentemente atingiremos o próximo!!!! Mente clara! Vida aberta!

     No teatro o ator tem que encarar às vezes uma personagem com caráter duvidoso, má personalidade, com instintos ruis. E o ator precisa trabalhar com o lado negro da personagem e seu. Conseguir sentir tudo o que ela sente sem se envolver e deixar que os males causados por ela na peça não lhe faça mal fora do palco. O ator tem que equilibrar esse processo. No caminho do conhecimento personagem e ator este tem que conhecer seus limites e da personagem. O ator poderá descobrir que tem sentimentos perversos, ele não age assim mas dentro do seu ser aquilo existe e pode ser exteriorizado. É nesse ponto que o ator tem que saber trabalhar seu eu e o eu da personagem e equilibrar suas dimensões de interpretação para poder dar uma boa direção ter bem estar e daí vem também um conhecimento mais profundo do eu, uma realidade que não pensávamos ter em nós. Muitas descobertas fazemos no mundo teatral e com as personagens. E dentro de tudo isso sempre o bom senso e a disciplina e concentração do ator para que ele possa fazer seu trabalha a contento.

     A Cia. De Artes Monteiro Lobato continua seus ensaios todos os domingos aprimorando nosso trabalho em todos aspectos. Aguardem notícias!!!! Nosso e-mail para contato: teatromonteirolobato@globo.com Nós temos a força Galera!!!!

     "Estado Gasoso" - Segundo ato!!!

    

     Algum espírito tomou a Marta? Ela enlouqueceu!!!! Corre o copo atrás dela!!!!!!!

    

     Pronto a ziquizira pegou o Walter de vez, agora que o caldo entorna e o copo só na dele!!!! Chuta esse copo!!!!!!!

    

     Marta continua a mil!!!!! E o resto tenta se livrar do copo!!!!!

    

     Nessa epopéia toda, uma cena romântica!!!! Monteiro e Purezinha!!! Cadê o copo???

    

     "Vídeo Arte" - Festival Aberturas de Novelas - Hoje "O Noviço" novela curta em 20 capítulos que foi ao ar às 18 horas na Rede Globo no ano de 1975! Em preto e branco!



 Escrito por Mário José Cutolo às 19h44
[] [envie esta mensagem] []




     No movimento deste nosso planeta, nossa casa, moradia, será que nós somos realmente o que somos? Quero dizer ser quem é, fazer o que quer, e ter o que deseja na vida, não criar um outro eu, um outro ser, e distanciar do verdadeiro eu. Nessa roda viva em que estamos metidos, temos que pelo menos ser nós mesmos. Há regras, desafios, normas, mas não podemos descaracterizar o eu que é, que vive, que busca. A importância de sermos nossa verdade integral para nós faz com que mudemos muita nossa visão geral da vida. Há uma privacidade íntima que devemos guardar, mas isso não nos faz menos verdadeiros, pelo contrário somos mais nós quando aceitamos muitas características nossas, mudamos outras, nos olhamos no espelho com mais alegria. Nossa relação com o outro passa ser mais verdadeira, somos o que somos, resguardamos o que nos é totalmente íntimo, porém somos mais reais quando sabemos quem somos, somos mais eu quando há segurança e auto - confiança, quando sabemos dirigir esse eu com energia e sabendo os caminhos a tomar. Ao atingir essa condição tentar o que queremos é mais simples, buscar nossos desejos é uma viagem de experiências. Não construamos um outro eu somente para agradar ou sermos aceitos. A descoberta da nossa essência eu revoluciona nosso mundo, ficamos mais otimistas mais firmes, assim nada de mascarar a nossa realidade, sejamos discretos, mas sejamos nós mesmos. Eu integral!

     Os jogos teatrais trabalham em nós as emoções, os sentimentos, personalidade, situações de relacionamentos, nos joga em encruzilhadas para que possamos achar a solução. O nosso espírito é obrigado a mexer com muitas coisas que talvez no início não gostemos, mas que depois vendo nossa capacidade, melhoria, vamos nos entregando aos jogos com mais facilidade, plenitude e vontade. Agora se nesses jogos nos fecharmos, não aceitarmos jogar, evitarmos descobrir nossas possibilidades, acabamos por nos machucar mais porque mexemos algumas vezes nas feridas e para obter a cura temos que cutucar o que dói para sanar o mal. O teatro tem esse poder para aquele que abre seu coração e alma para o palco!

     As personagens de “Estado Gasoso” estão em férias de temporada, mas não de ensaios, todos os domingos estamos trabalhando as possibilidades maiores de interpretação, melhorar as cenas, e com substituições, novas caras para algumas personagens. Isso que é o gostoso do teatro renova sempre, busca outros caminhos e não fica na mesmice. Cada ator empresta suas características e personalidades para as personagens. Aguardem mais notícias!!! Nosso e-mail: teatromonteirolobato@globo.com

     Eu integral Galera!!!

     "Estado Gasoso" - Terceira Apresentação - Segundo Ato!

    

     Todo mundo tirando satisfação e o espírito atônito com os encarnados!!!

    

     O louco do Walter dá seu show e pára tudo para ouvi-lo e todos dançam como se fosse uma festa de arromba!

    

     Kismet resolve colocar ordem na casa!!!! Tentou pelo menos!!!!

    

     O que está acontecendo do lado direito do palco? Todos olhando para lá!!! Mistério do copo!!!

 

 

     "Vídeo Arte" - Festival Aberturas de Novelas - Hoje uma bem antiga "Irmãos Coragem" em preto e branco! Novela que foi ar entre 1970 e 1971 às 20 horas na Rede Globo com 328 capítulos.



 Escrito por Mário José Cutolo às 17h57
[] [envie esta mensagem] []




    

     No mundo há várias pessoas em busca de alguém para passar a vida juntos. Mas ao mesmo tempo há várias que não querem nada com ninguém, apenas passar o tempo. Elas conhecem, saem, não amam, preferem ficar sozinhas em suas vidas, o outro é apenas um encontro temporário, quando percebem que pode virar sério, elas caem fora e partem para outra conquista. E muitos gostam de ficar sozinhos. Não gostam de ninguém ao seu lado na vida, morando junto, o outro é apenas alguns momentos, satisfeito, cada um toma seu rumo. O que não podemos esquecer é que todo relacionamento cria laços, seja que tipo for, o laço é criado, uma ligação, por mais que abandonemos o outro, um laço fica, como que adormecido, mas aquela pessoa fez parte de nossa vida e isto está gravado e arquivado. A grande questão é como deixamos o outro ao acabarmos a relação? Ou como ficamos quando somos dispensados? Entre duas pessoas existe uma vibração, energia, sentimentos, troca de emoções. Tudo isso marca e pode ser por muito tempo. Há pessoas que brincam com as outras, fogem de uma relação mais séria, profunda, onde dois seres possam encontrar muitas coisas em comum e construir algo juntos tendo um futuro muito melhor do que sozinhos. Paixão por paixão sufoca, mata, deixa de ressaca, a paixão descontrolada deixa marcas por onde passa, viver só na paixão não permiti que desenvolvamos nosso amor ao próximo, lapidar nossos sentimentos é parte da vida para podermos crescer como seres humanos. Ficar pulando de relação em relação esgota nossas energias e nos torna tristes, cansados, infelizes, e uma constatação que não nos amamos, do contrário nos preservaríamos dos desgastes amorosos que não dão em nada. Seríamos mais criteriosos na busca, analisaríamos melhor as circunstâncias dá possibilidade de mergulharmos no outro sem medo, e iríamos em busca da nossa verdade. Queremos realmente ficar sozinhos? E há várias formas de amor, de amar, de ser, e todos nós podemos compartilhar com alguém que apenas nos aceite como somos, assim como devemos aceitar o outro como ele é, esse é o primeiro passo para uma relação andar em compasso e ritmo de uma música que poderá ser sucesso!!!

     Nas peças de teatro a relação humana é uma das questões mais colocadas dentro do universo do palco. Praticamente todos os tipos de relações já foram encenadas. Muito foi discutido, colocado, objetivamente, subjetivamente, é um assunto inesgotável, pois, nós ainda não aprendemos a nos relacionar como deveríamos, estamos no caminho. O teatro tenta através de dramas, comédias, absurdos, achar a resposta da relação humana ideal! O ator tem uma das maiores experiências quando ele pode viver na pele de personagens várias relações humanas e aos poucos achar um denominador comum para sua vida, suas relações.

     Amar não é fácil, é uma conquista do dia à dia, paciência, tolerância, reflexão, na verdade amar é uma arte!

     Mandem suas fotos para que possamos publicar no nosso “Espaço Alma e Espírito”, e tenham alguns momentos de fama!!!! Nosso e-mail: teatromonteirolobato@globo.com

     Galera mergulhar no outro!!!

     "Estado Gasoso" - Segundo ato - 23/08/2008

    

     Os bolinhos de Purezinha não dão certo, os espíritos continuam a aparecer!!!

    

     A loucura toma conta dos espíritos, agora uma verdadeira luta em cena!!!!

    

     Todos entram na discussão e vira um salseiro espiritual!!!

    

     Monteiro não perde a calma e os outros estão colocando fogo no circo!!!!

    

     "Vídeo Arte" - Festival Aberturas de Novelas - Hoje a abertura da novela "Uma Rosa Com Amor" que foi ao ar entre 1972 e 1973 na Rede Globo às 19 horas no total de 221 capítulos. Esta ainda em preto e branco e para a época foi considerada bem moderna!



 Escrito por Mário José Cutolo às 19h06
[] [envie esta mensagem] []




     Nós como pessoas e indivíduos devemos cultivar a leitura como uma atitude natural dentro de nossas vidas. Ler é uma ação saudável em todos os pontos, abre nossa mente, nosso interior fica rico de assuntos. Ficamos mais aptos para escrever, desenvolver nosso raciocínio, ter uma lógica mais apurada, ganhar um vocabulário mais amplo e com isso poder falar bem em qualquer ocasião e usar o que vai ficar gravado em nós. Cada livro é uma nova aventura, uma porta se abre para que possamos nos jogar, vivenciar e compreender o que está nas páginas de um livro. Quanta cultura está contida nos livros, o mundo pode ser absorvido pelas páginas de livros. O hábito de ler precisa ser adquirido. Não diga eu não gosto de ler, isso é chato, o livro é enorme, as palavras são difíceis. Pelo contrário abra um livro com prazer, sinta as páginas em suas mãos, experimente viajar dentro do livro. E claro escolha um assunto que lhe agrade, todos nós gostamos de coisas específicas. E com certeza há livros sobre aquilo que gostamos é só pesquisar e começar a ler. Não vamos procurar livros que não nos dizem nada no início, começar pelo que nos agrada irá abrir horizontes para os outros com os mais diversos assuntos, tudo tem que iniciar-se passo a passo. Criado o hábito vamos querer devorar todos os livros que deixamos de ler até agora. Vamos dar uma chance para nós mesmos. Vale muito a pena abrir a mente com uma boa leitura.

     E não fiquemos só nos livros, há vários jornais, revistas, e muito mais que nos dá uma boa leitura. Basta selecionar o que é uma boa leitura na banca de jornais e ler interessantes artigos sobre tudo e sobre o planeta. Em uma banca encontramos o mundo! Expandir, a internet nos oferece muito para ler. Buscar sites que nos digam algo de pertinente, nos ensinem muito, ler é alimentar o espírito! Hoje em dia não podemos parar de aprender e isso se faz com leitura. Monteiro Lobato disse: “Um país se faz com homens e livros”. E também: “Ainda vou escrever livros onde as crianças possam morar”!

     O teatro nos pede leitura direto. Não só do texto da peça a ser encenada, mas para construirmos um espetáculo, dependendo do tema precisamos realizar uma pesquisa, ler sobre o assunto, saber vários detalhes de uma época, como se vestiam, o que comiam, como se comportavam, as moradias. Para construir a personagem além daquilo que está no texto é necessário aprofundar na personalidade, nas características e isso se faz com muita leitura, estudar as pessoas, o teatro requer que o ator goste muito de ler, de pesquisar, entender o texto, ter um bom vocabulário para poder discernir o que lê e para sua interpretação ser de boa qualidade. A leitura é fundamental para o ator, diretor, técnicos, e para todos que trabalham no teatro.

     Galera ainda estamos sobre as boas vibrações do sábado que nos deixaram contentes pelo público que nos recebeu tão bem. É pena que tenha acabado, dá um vazio saber que no próximo sábado não haverá espetáculo, um certo vazio no ator. Mas os ensaios não param, todos os domingos. E novos projetos vem aí, e mesmo “Estado Gasoso” continua, trabalho não nos falta, é ir avante! Marcos eu não sei quem ganhou a cesta de café no sábado, vou pesquisar e depois eu conto ok?

     Galera nosso e-mail para contato: teatromonteirolobato@globo.com

        Galera ler é abrir novos campos na vida!!!!

        Fotos do dia 23 de agosto! Aguardem fotos da última apresentação!

       

       A sessão do copo era demorada, o copo desfilava letra por letra até escrever a mensagem do espírito! Claro que na peça isso é feito de uma maneira bem mais ágil.

    

     E ficam todos aguardando a vontade do copo, digo do espírito! Quanta paciência!!!! Mas eis que de repente, o copo treme, o susto, a ansiedade.....

    

     Agora a comunicação feita, aparece de tudo! Um louco ajoelhado pedindo socorro, um espírito usando pinico, o outro olhando de lado como se nada estivesse antecendo. E Monteiro segurando a trapalhada!!!

    

     A vítima de vestido rasgado toda alterada quase enlouquece também!!!!! O copo é o show a parte!!!

    

     "Vídeo Arte" Vamos iniciar um Festival de Aberturas de novelas, uma idéia dada por alguém nos comentários. Hoje a abertura da novela "Helena", primeira novela das 18 horas da Rede Globo apresentada em 1975 com 20 capítulos. Curtam essa nostalgia e vamos ver durante esse festival o avanço das tecnologias e a criatividade, essa é ainda em preto e branco!



 Escrito por Mário José Cutolo às 21h02
[] [envie esta mensagem] []




     Hoje é o dia da independência do nosso país. Mas será que essa liberdade existe mesmo ou é só no papel? Será que nosso país é totalmente livre em todas as ações? Será que nossos políticos entendem o que é essa independência? Há várias coisas para serem consertadas e em muitas existe a dependência sempre de alguém, de algum órgão, de algo. No fundo ainda não somos totalmente independentes, nem como nação e nem como indivíduos, sempre dependemos do outro. Falar tudo o que queremos podemos, mas tomemos cuidado com os processos, a imprensa tem liberdade, mas sofre conseqüências por isso, assim como a Tv, o rádio, o teatro, tudo hoje tem que ser dentro do que é considerado politicamente correto, mas o que é estar dentro do padrão do politicamente correto? Em muitos casos o que se enquadra neste aspecto acaba por tolher a liberdade de expressão, do ser, e percebemos como estamos cerceados nos dias de hoje. Saber fazer, realizar, dizer, ter liberdade de expressão é importante.

     Aqui voltamos a velha tecla do bom senso, agir com uma clareza plena de saber como fazer a nossa independência. Tudo gira no pensamento, na construção da realização. Ser livre é ter poder de autonomia, auto confiança, segurança, além de muitos outros requisitos. Medir as conseqüências antes do ato é um ponto fundamental para que no futuro não fiquemos mal ou culpando terceiros, independência também é assumir as próprias atitudes sem medo, enfrentar a vida na medida do dever a ser cumprido. Independência, liberdade, quem as tem?

     Podemos deduzir que essa liberdade se tem na nossa consciência, na maneira que levamos nossa vida. Dentro de nós, aquilo que praticamos, nossa relação com o próximo, nossa vida no trabalho, na escola, faculdade, em casa, na vida social em geral, somos livres? A resposta é individual. Muitos ainda são escravos de seus vícios, apegados a muitas situações, presos a si mesmos, muitos procuram a liberdade e não acham ou não querem achar, ou ainda elaboram uma independência para eles que é impossível e não acham e perdem o sentido da vida por não quererem mudar.

     A liberdade, a independência às vezes está muito mais perto do que imaginamos, sonhamos com tantas quimeras e nem percebemos no que possuímos, tudo na nossa cara e perdemos tempo buscando o ser livre em algo, no outro e está dentro de nós essa liberdade! Vamos abrir nossos olhos, mente e coração e descobrir que a liberdade somos nós que fazemos! Viva a independência do espírito eterno!!!

     Em “Estado Gasoso” o rei Luis XIV é o rei sol, total e absoluto! Liberdade? Nem pensar, tudo comandado por ele, nada era feito sem suas ordens! Ele na verdade era o grande governador do reino todos os demais apenas suas marionetes. E assim foi por muito tempo até que um dia tudo explodiu e uma revolução se fez pela independência do povo! Mas isso seria uma outra peça!

     Nossa temporada terminou, agora estamos no início de outra fase, ensaios para nossas apresentações no interior e o começo de novos projetos! A vida é um ciclo, não pára e nós não podemos interromper o andamento natural desse ciclo infinito, não percamos o trem da vida!

     Galera mudar para ser livre!!!!

     Segundo ato do dia 23/08/2008! Aguardem fotos da útima apresentação!!!

    

     A fofoca continua ali do lado, e o espírito esperando a oportunidade de falar!!! Fecha a matraca!!!!

    

     Marjorie ouve a explicação do estado gasoso ou gás pensante!

    

     E nessa história alguém virou aspirina e bolinho de chuva com fermento azedo!!!

    

     Todos esperando mais espíritos mexerem o copo!!!

    

     Kismet mexe o copo apavorando todos e deixando a sessão agitada!

    

     Kismet espera o exato momento de assustar Monteiro e o público!!!! K, K, K!!!!!

    



 Escrito por Mário José Cutolo às 18h53
[] [envie esta mensagem] []




     Alô Galera!!! Terminamos nossa temporada no Educandário Allan Kardec. Foi uma excelente apresentação, modéstia parte, com umas 80 pessoas na platéia. Todo elenco deu seu máximo e realizamos um bom trabalho, muito divertido, tranqüilo e de imensa emoção e sentimentos. O público reagiu bem, riu, pensou, refletiu. Rendemos muito nessa noite em todos os sentidos, tempo de comédia, improvisação, jogo teatral pleno e muita naturalidade, funcionou muito hoje. É um trabalho de esforço de todo elenco, um processo longo e que vale muito a pena fazer. Muita emoção mesmo no palco, sentir a personagem tomar conta, agir, e ao mesmo o ator não deixar perder o controle, saber trabalhar o contexto, jogar o caco e continuar e o outro compreender e continuar sem tropeços, estamos chegando em um ponto muito bom de fazer comédia e de improvisação, mas temos ainda muito a aprender, estudar, fazer, muitas outras produções virão e com certeza vamos melhorar. O teatro é infinito em realizações e aprenderemos ainda mil e uma coisas nessa, na próxima encarnação e assim iremos de vida em vida e espero que possamos continuar dentro da arte e principalmente no teatro não só da vida como do palco eterno!

     Nossa maratona continuará, nossa próxima apresentação será em Palmital, dia 18 de outubro no Centro Cultural. E novos projetos estão a caminho aguardem notícias. A vida nos proporciona grandes oportunidades, esperamos fazer por merecer, esforço há, vontade nem se diga, tudo está a nosso favor quando realizamos tudo para o bem eterno. Ainda somos imperfeitos, erramos, mas não podemos parar, é aprender com o erro, melhorar nossa vida e nossas relações, e continuar eternamente!!!!

     Galera atuar eternamente!!!!

     Fotos do dia 23 de agosto, breve fotos da nossa última apresentação!

   

     Em busca de um entendimento!!!! Qual???

   

    Purezinha se demanchando por causa dos filhos!!!! Mas consolada pela filha Marta! Uma família unida!!!!

    

     Um espírito ceguinho??? Não um amigo da família, desencarnado, César Varela!!!! Dando notícias do além!!!!

    

     Comentários dos encarnados deixa o desencarnado  maluquete!!!! Ele vai pegar um corpo, segura o espírito!!!!

    

     Eles entram em discussão enquanto Salomão Jorge tenta falar algo pelo copo!!!!!!!

    

     Finalmente deixam ele falar a revelação maior: "Muitas vidas vivem em mim"!!!!!!



 Escrito por Mário José Cutolo às 23h30
[] [envie esta mensagem] []




         Vida após a morte, quem acredita? Será que estamos fadados a uma única vida, nascer, viver, morrer e o encontro com o nada? Se realmente houvesse uma vida só para cada um de nós com certeza Deus seria o maior brincalhão que existe, um grande piadista, pois, poderíamos perguntar: por que uns nascem bem, com saúde e outros mal, doentes, sem enxergar, falar, andar ? Ele escolheria a nossa sorte ao bel prazer? Que lógica racional existiria se não houvesse outras vidas aqui e no além? Seria totalmente inútil fazer, produzir, aprender, porque depois o nada, o vazio. Ou então a ilusão do inferno e do céu, fui bonzinho fico no céu eternamente, fui mal inferno para sempre. Como? Ele só nos daria uma única chance de acertar, não conseguiu, fogo em nós??? Impossível, a lógica, a razão precisa ser colocada para funcionar. Somos responsáveis por cada vida nossa, cada atitude, decisão terão conseqüência no futuro, qual futuro, essa mesma vida? Sim, mas também nas outras encarnações sofreríamos as turbulências causadas nessa e que não houve solução. Como ainda cometemos muitas falhas em nossa encarnação muitos erros ficam abertos e precisam de reparos. Assim as várias vidas tem como finalidade além de consertarmos nossas dívidas do passado, aprendermos cada vez mais em todos os níveis, ou será que em uma encarnação conseguimos aprender tudo o que precisamos tanto no âmbito intelectual e moral?! Claro que não! Cada vida vamos somando mais conhecimentos e o espírito vai progredir rapidamente ou vagarosamente mediante suas andanças nas encarnações pelos séculos dos tempos. Um período ficamos aqui na Terra, ao desencarnamos vamos para o plano espiritual e aí cada espírito vai se alojar nos ambientes conforme seu nível de evolução. Na espiritualidade temos a condição de progredir também, precisamos encarnar para na Terra adquirimos as necessidades para nossa perfeição, viver com aqueles que ainda temos problemas e tentar a reconciliação é uma das lutas do espírito para conseguir sua paz. No plano espiritual com a consciência mais aberta entendemos muito do que nos aconteceu do que fizemos e nos preparamos para o retorno. Entra em lógica a ação e a reação, a causa e o efeito, que funcionam em todo momento. Mas é importante ressaltar que não estamos aqui para sofrer e sim para sermos felizes, há a necessidade de aceitarmos nossa vida atual e fazermos o possível para ela ser boa e tranqüila e isso só depende de nós. A vida é eterna para o espírito e todos nós com certeza um dia iremos nos encontrar ou reencontrar aqui ou no além. Os laços verdadeiros jamais se quebram, Deus é infinitamente bom!!! O céu e o inferno somos nós que criamos em nosso interior, vamos criar mais céu e descobriremos uma realidade sem limites e confortadora! Não morremos nunca!!!!

     Em “Estado Gasoso”, Monteiro Lobato com suas experiências com o copo descobre a vida após a morte, a existência dos espíritos e quando Kismet que foi decapitado no século 17 aparece na sua sessão, muitas coisas são explicadas e fica patente ali a realidade da vida após a morte, e antes disso Lobato havia tido a prova da vida no além pelos seus amigos que se comunicaram e lhe deram provas da verdade eterna! É um conforto para ele saber que seus filhos Edgar e Guilherme estão bem, reencontrar velhos amigos e ele acaba convencido dessa maravilhosa constatação de que a vida continua! E esse segundo ato é movimentado, cheio de humor e conhecimento, tudo isso sem ser didático e chato, muito pelo contrário, tudo é passado dentro da história com naturalidade. Encarnados e desencarnados em comunhão mútua na busca da paz. E essas comunicações ajudam a muitos encontrarem seu destino e entender a razão do que passaram na vida da carne.

     Amanhã é a última apresentação de “Estado Gasoso”, às 19 horas no Educandário Allan Kardec, localizado na Avenida Luis Arrobas Martins, 217, Interlagos, Veleiros, ingressos serão vendidos na entrada, R$ 05,00. 200 lugares. Censura Livre. Venham conhecer Luis XIV e as experiências de Monteiro Lobato!!!

     Consultem os guias, façam mapas, caravanas, venham em peso!!!!! Última chance!!!

     Interior nos aguardem estamos chegando!!!!!

    Viver, morrer e renascer quantas vezes forem necessárias Galera!!!!!

     Fotos da apresentação do dia 23/08/2008 - segundo ato!!

    

     Corrida maluca do copo!!!! Todos querendo suas mensagens!!!!!!

    

     Todos na expectativa dos espíritos e tem um no canto direito pronto para dar notícias!!!!

    

     Pensa que é fácil? Tem que ter paciência e esperar a vontade do espírito!!! Daqui há pouco todos vão embora, chega de copo falante!

    

     Todos atônitos com a mensagem, as caras de onde esse copo vai agora???

    

     Outro espírito se apresenta, o susto em todos, Bento Enéas amigo de Monteiro!!!! Direto do além!!!!

    

     Bentinho dando sua comunicação!!! Qual será? Quer ouvir? Venha ver e saber!!! É de arrepiar!!!!!

     "Vídeo Arte"  - Um pedido para encerrar a semana de vídeos. Antiga mas muito boa!!!! Curtam os bons tempos!!!!

    

       Amanhã último dia da corte de Luiz XIV estar com seu reinado em nosso palco!!! E vai sair a última porção de bolinhos de chuva! Venham antes que acabe!!!! Muitas surpresas!!!!



 Escrito por Mário José Cutolo às 18h33
[] [envie esta mensagem] []




     Sexualidade um tema muito em volga em nossos dias. Tudo tem girado em torno do sexo. Hoje se mede as pessoas pela sua orientação sexual. A mídia em geral busca saber quem está com quem, quem transa com quem, como está as relações dos famosos e outros. As notícias que mais vendem nas bancas é da intimidade do outro. Por que será que isso tornou-se fundamental em uma pessoa, no indivíduo, saber seus gostos sexuais? O primordial seria conhecer seu caráter, sua personalidade, esses itens são com certeza o que uma pessoa precisa saber da outra, não sua vida sexual. Como na ética, muitos querem dizer o que é o certo, e o errado dentro da sexualidade, mas qual padrão usar para isto? Um é certo, o equilíbrio dentro da sexualidade é importante para manter-se íntegro, bem consigo mesmo. Devemos saber lidar muito bem com nossa sexualidade, sem prejudicar ninguém, magoar, saber lidar com nossos desejos, nossa libido, dentro de padrões normais ou seja podemos ter qualquer orientação sexual desde que estejamos dentro dela com equilíbrio e discernimento. O sexo é fonte de prazer que deve ser usado com muito cuidado para não nos ferir. Tudo com bom senso. Não deixar os instintos falarem mais alto. O sexo é troca de energias entre dois espíritos, onde eles entram em comunhão com aquilo que de maior pode haver, a criação, sim, não só a criação de outra vida, mas a criação de muitas outras formas e coisas tem a força da sexualidade, uma obra de arte, a música, teatro, tudo que se refere a arte é energia pulsante que cria como a sexual. E a relação sexual não pode ser vista como somente para procriação, ela é muito mais que isso, ela coordena nossas fontes de energia, coloca-nos em harmonia com a natureza, por isso o sexo deve ser praticado com aquela pessoa com quem temos mais afinidades para trocar energias, para que a relação seja plena em todos os sentidos! Sexo é criação divina, não pode ser visto como pecado, sujo, muito pelo contrário, sexo é muito bom quando feito com muito equilíbrio e compartilhado com o outro, os dois devem estar na mesma sintonia. Sexo faz parte da nossa vida, vamos vivenciar mas sem colocar o sexo como o mais importante ato de nossas vidas. Tudo tem sua importância. Não vamos nos fechar em códigos, leis, enquadrar o sexo, vamos simplesmente fazer com responsabilidade, o que fazemos entre quatro paredes é totalmente de nossa conta! Sejamos felizes coordenando nossa vida sexual da maneira que ela nos dê prazer e não prejuízos! E camisinha sempre, para evitar doenças e gravidez indesejada!!!!

     Em “Estado Gasoso” a sexualidade está implícita no primeiro ato entre o rei, a rainha, e as amantes, tudo sob os panos, muita falsidade, prazer destruidor na verdade, inveja, ou seja o sexo era apenas sexo e mais nada, puro instinto e ninguém era feliz. O sexo aparece nas entrelinhas dos diálogos entre rei a rainha e suas amantes, tudo muito velado, mas mostra que o sexo tinha e tem um peso enorme ligado com o poder. Sexo vem de Deus e é energia a ser cuidada com muito carinho!

     Faltam 2 dias para mais uma apresentação de “Estado Gasoso”. Neste sábado às 19 horas no Educandário Allan Kardec, avenida Luis Arrobas Martins, 217, Interlagos, Veleiros. Ingressos à venda no mesmo endereço, 225, R$ 05,00. 200 lugares. Censura livre! Venham, os ingressos estarão à venda no dia também, façam seus mapas e cheguem a tempo!!!!!

     Galera sexo com responsabilidade!!!!

     Mais fotos de 23/08/2008 - segundo ato!

    

     O louco faz a festa com os bolinhos de chuva!!!!!

    

     Sérgio o obsessor apronta mil e umas com Walter!!!! Vai voar bolinho de chuva!!!!!!

    

      A loucura está armada!!!! O do pinico atormenta o da bandeja!!! Eu sou um bolinho de chuva, isso que eu sou!!!!!!

   

     A sessão do copo vai começar!!! Todos apostos e o copo vai girar!!!!!

    

     Nossa e nada do copo mexer, começa a dar ziquizira no povo!!!!!

    

     Concentração! Força!!! Força!!!! Vamos confiança!!! Vai aparecer espírito!!!! O copo vai falar!!!!

     "Vídeo Arte" - Mais um tema de nossa peça, onde os loucos dançam heheheh, venham ver os dois e o chapéu voador!!!!!!

     Hoje no "Espaço Alma e Espírito" nosso amigo Fufu - um labrador que apronta mil e umas!!!! Deveria fazer parte do elenco da Cia.!!!! Mandem suas fotos para teatromonteirolobato@globo.com e tenham momentos de fama!!!!

    

     Contagem regressiva, sábado às 19 horas mais uma audiência e a última (por enquanto), com o rei Luis XIV e a última chance para visitar a casa de Monteiro Lobato!!!! E comer os bolinhos de chuva de Purezinha!!!!



 Escrito por Mário José Cutolo às 19h40
[] [envie esta mensagem] []




     Será que todos nós conseguimos ser éticos em nossas relações diárias, na vida em geral? A ética pede uma atitude muito diferente em nossas vidas, agirmos com plena honestidade, respeitar o outro, saber os limites de cada um, entender o outro, ter ações de altruísmo e saber agir com medida certa em cada cena da vida. Em que momento da vida fazemos isso?

     Fala-se muito em ética mas pouco vemos na prática, e é lógico que nós ainda não conseguimos ser éticos cem por cento, ainda mais que há várias leis que enquadram muitas atitudes como não éticas e nós a realizamos por achar que não há nada demais em fazer o que queremos. Ou seja as leis acham algumas coisas não éticas e nós já pensamos diferentes. Quem tem razão? Muito depende do ponto de vista de cada pessoa. Na verdade a ética hoje em dia está muito relativa, pois, o que é permitido, e o que não é? Há uma certa confusão para muitos, muita discussão no certo e no errado. Seguir uma conduta reta, mas o que é reto para mim de repente não é para o outro, e agora? No momento em que não se chega a um consenso comum sobre vários tópicos, o melhor é seguir nossa consciência. Ela dirige nossa conduta, consciência tranqüila, em paz, então provavelmente estamos no caminho correto. A consciência nos diz muitas coisas sobre nossa conduta, sabemos quando erramos, passamos do limite e cometemos infrações, a consciência apita, incomoda, arranha. A ética é seguir nossa mente, nossa voz interior para sermos felizes, pois, muitos querem dirigir nossa vida com leis e proibições que podem afetar nossa felicidade, observar essa realidade é nosso dever para não nos prendermos a situações emboladas e nos perder no ritmo da vida por erros nossos ou por leis que abusam de nossa liberdade! Atenção em nossas condutas e em nossa ética!

     Em “Estado Gasoso” a ética não existe no primeiro ato, tudo é em função do poder, da vaidade, das traições. O rei só quer saber de mandar custe o que custar. Seus ministros, um puxa saco, outro em cima do muro, não ajudam em nada o governo ser melhor. A rainha infeliz com o casamento que tem, busca na vaidade e futilidade sua felicidade, as amantes do rei só prezam pelo interesse social e político. E o povo? Totalmente esquecido pelos monarcas,  tenta lutar com as próprias mãos para tentar chegar em uma solução. Na revolução o povo usa de ética? Com um reino esfacelado pelos mandos e desmandos, falcatruas e má administração, o povo entra de sola e se dá mal, e a ética, perdida nos séculos!

     No segundo ato, a ética está mais presente, Monteiro consegue levar suas sessões do copo com apreço, estima, e conduz o espírito de Kismet à paz. Usando de conhecimentos, inteligência e ética, Monteiro monta um painel do plano espiritual e mesmo da época em que vivia, onde a ética política não é diferente da de hoje e nem do século 17. As outras personagens buscam a ética das relações e chegam a um senso entre elas. Tudo com muito humor!!!! Espero que o texto da peça seja ético!!!!

     E não esqueçam galera neste sábado, dia 06 de setembro, nossa última apresentação, no Educandário Allan Kardec, avenida Luis Arrobas Martins, 217, Interlagos, Veleiros, ingressos à venda no mesmo endereço, 225. Às 19 horas! Censura livre. R$ 05,00. 200 lugares. Venham curtir Luis XIV e Monteiro Lobato.

     Ética Galera!!!!!!

     Galeria "Estado Gasoso" - 23/08/2008

    

     A alegria começa no segundo ato com força total, olhem a cara de sapeca da palhaça!!!!

    

     Monteiro e Marjorie em uma conversa do outro mundo!!!!!

    

    Purezinha e seus bolinhos de chuva!!!!!!!

    

     E chegou o louco do Walter e agora a confusão está armada!

    

     Walter acompanhado por alguém, quem será? É um obs!

    

     Walter dando seu show com os bolinhos!!!! Bolinhos voadores!!!! Cuidado!!!!

    

     "Vídeo Arte" - Esta música também encerra nossa peça na despedida das personagens!!!!

    

     A volta do "Espaço Alma e Espírito" Com Diego, o primeiro da esquerda para direita, nos seus momentos de glória!!!! Mandem suas fotos para que possamos publicar aqui no blog!!!!!

    

     Neste sábado às 19 horas, o reinado de Luis XIV se despede juntamente com Monteiro Lobato e Kismet, venham na nossa despedida!!!!!!



 Escrito por Mário José Cutolo às 18h17
[] [envie esta mensagem] []


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
 
 


 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 ALMA E ESPÍRITO



 Dê uma nota para meu blog